terça-feira, 29 de maio de 2018



                     COM SANTO ANTÔNIO NÃO SE BRINCA.
                                                 
Na foto, o navio  “MAX”, da firma Hoepcke, ancorado no caís do Centro da cidade.
O vapor fazia linha regular, entre Laguna e Florianópolis.
Era sempre uma festa, nas chegadas e partidas do “ MAX”.
                                     ==========
Um abastado comerciante local, em sua primeira viagem marítima à capital do estado, já a bordo, notou que esquecera o seu guarda-chuva. Como não havia previsão do tempo, era importante viajar, prevenido.
                                      ======
___ Soltem as amarras. Hora da partida. O Comandante Moreira, lagunense, autorizou o início das manobras.
No cais, nem sinal de alguém trazendo o guarda-chuva.
Resolveu apelar a Santo Antônio dos Anjos. Rezou o Responso e fez promessas.
Estava, ainda, na parte da oração que dizia “ recupera-se o perdido,” quando viu seu empregado correndo em direção à embarcação.
                                     ======
___ Santo Antônio não teve tempo nem de escutar minha oração. Foi tudo coincidência, portanto, não preciso pagar as promessas feitas ao Santo.
   O barco estava a uns dois metros afastado do caís.
___  Joga o guarda-chuva, que eu aparo no ar...
E, assim, foi feito.
Ao rodopiar no ar, uma rajada de vento nordeste abriu o guarda-chuva que caiu no mar.
O comerciante entendeu a mensagem: COM SANTO ANTÔNIO NÃO SE BRINCA.
==========================================
          A CABEÇA DE SANTO ANTÔNIO 






Assim, diz a pesquisadora Alice Bertoli Arns em Cuja origem permanece envolta numa auréola de folclore e mistério.
seu livro: Laguna- uma esquecida epopéia de franciscanos e bandeirantes:
“ há muitas lendas em torno de aparecimento e desaparecimento de imagens de Santo Antônio, o que dificulta uma reconstituição histórica mais exata”.
                                       ====
A cabeça do santo está, há muitos anos, sob os cuidados das famílias lagunenses, Bessa e Fernandes.
========================================.




                                                                                                               BOMBAS PARAM O PAÍS



O Governo tremeu diante das bombas, desativadas. A classe política ficou acuada, atropelada pelos acontecimentos.                                                                                  Nono dia da greve dos caminhoneiros. Crise de abastecimento nos supermercados. Falta  de oxigênio nos hospitais.Morte de aves e suínos. Escolas sem aulas. Filas para se conseguir alguns litros de combustíveis.

Mesmo com este quadro caótico, a população de todo o Brasil continuou apoiando o Movimento Grevista, inclusive, fornecendo comida aos caminhoneiros.                                                                          Talvez um tributo a coragem de uma classe que ousou dar um basta no mar de lama, que cobre nosso país às custas do suor do povo trabalhador.
                      =============



Trechos de uma carta de um americano a um jornalista brasileiro.


Vocês brasileiros pagam o dobro pela gasolina, que ainda por cima é de má qualidade, que acabam com os motores dos carros, misturas para beneficiar os usineiros de álcool. Não dá para entender, seu país é quase auto-suficiente em produção de petróleo (75% é produzido aí) e ainda assim tem preços tão elevados. 

Aqui nos EUA nós defendemos com unhas e dentes o preço do combustível que está estabilizado há vários anos em US$ 0,30 o litro, ou seja, R$ 0,90
Obs: gasolina pura, sem mistura.

De acordo com estudos realizados, um brasileiro trabalha mais de 4 meses por ano somente para pagar a carga tributária de impostos diretos e indiretos. 


ENQUANTO ISTO, NO PALÁCIO JABURU, RESIDÊNCIA DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA.
Domingo –Oitavo dia da greve dos caminhoneiros.
Temer  -_Michelzinho,  hoje, vamos fazer o que?
Filho ___ Pai, hoje eu quero brincar de                         caminhãozinho. 


   
=====================

ELISEU  PADILHA ___  Presidente, a greve continua. O que devemos fazer agora?
Temer  ___ Pergunta lá no Posto Ipiranga!
                           =================


                       

____ Meu velho, és contra a democracia, como forma de governo?

___ Não minha velha, eu só tenho saudades dos tempos da  “dita dura”...
                                 ======



                          ESTÁ UMA BELEZA!
                                        
credito Prefeitura                                                     

                                                               =======                                                                                                                                                                                                              
O jardim Calheiros da Graça, na Praça Vidal Ramos ( da Matriz)  há muito tempo não era tão bem cuidado. Limpo, canteiros com a grama, sempre, aparada e chafariz bem pintado.
Semana passada recebeu uma nova iluminação.
                                      =====
Só está faltando uma limpeza nas árvores, infestadas de inço.
O Renato Checo, Secretário de Obras terá alguém que trepe, em sua Pasta?
                           =================


NOSSOS COMERCIAIS
Orlando Ribeiro, falecido, era poeta e músico da Bandeira do Divino e do Boi de mamão.
Numa Rádio local apresentava um programa de músicas sertanejas.
                                   =====
Wilson Antunes, comerciante do ramo farmacêutico, aceitou ser um dos co-patrocinadores do tal programa.
Com o rádio ligado Wilson ficou atento, queria ouvir o que o Orlando iria dizer.
                                =====
Hora dos nossos comerciais:
A Farmácia Plantão,
Situada no Calçadão,
Aplica injeção, faz nebulização,
E, até, levanta defunto do caixão.
                  =========



                                                                                              
  



                    

Nenhum comentário:

Postar um comentário

                        1676 – 2018   - LAGUNA COMEMORA 342 ANOS.                                       ==========               ...