quarta-feira, 6 de junho de 2018

                                 
                                                       
                                          O CHAFARIZ DA PRAÇA

                                     
                       


                                    
                                  ==============
                                                                                                                                                                                                                                                                                              AS DUAS IMAGENS DO PADROEIRO



    O vento frio não impediu que os devotos de Santo Antônio, encasacados, prestigiassem as trezenas de Santo Antônio dos Anjos da Laguna.
Felizmente, o maravilhoso espetáculo religioso permanece fiel às tradições.Trezenas cantadas em latim, com a participação dos fiéis, o  Coral e orquestra no alto do Coro, os “Irmãos” com suas opas vermelhas, os pajens, os festeiros, as lembrançinhas, os mordomos especialmente convidados para cada noite, cenário que dá ao ato litúrgico, um clima de beleza, paz e encantamento.
As Trezenas do Padroeiro da Laguna deveriam ser tombadas pelo IPHAN, com bem imaterial, antes que, a insensibilidade de alguns, promova mudanças, que violentem a cultura e a religiosidade de um povo.
                           ============
Um fato curioso, que chama a atenção dos historiadores, é a presença de duas imagens de Santo Antônio na mesma igreja.
Fato semelhante ocorre na igreja do Convento de  Santo Antônio no Rio de Janeiro.
                              =========
O Santo Antônio pequeninho, da Matriz, esculpido em madeira, estilo barroco data do século XVIII. Imagem valiosa e cobiçada pelos antiquários.
                               


========
O RELÓGIO  da Matriz, instalado em l935, não funciona direito, há uns dois anos.
Está só, “fazendo hora”...
                              =======
POLICIAIS NA TREZENA DE SANTO ANTÔNIO
 Que o Santo Antônio, padroeiro dos militares, proteja o comandante Jefer e seus companheiros de farda, responsáveis pela segurança de nossa população.



                                  ===========

UBER PAROQUIAL
Como já informamos em postagens anteriores, este ano o trajeto da transladação noturna, do padroeiro Santo Antônio dos Anjos, será bem mais longo. Da Praia do Mar-Grosso até à Matriz no Centro Histórico.
      Comenta-se, pelas ruas da cidade, que a Associação dos Devotos Idosos, com base no Estatuto dos Velhinhos, e diante da impossibilidade de acompanhar o Santo, a pé, antes de se queixar pro Bispo, solicitou ajuda aos órgãos paroquiais locais.
                               ======
Tomei conhecimento, extra oficialmente, que a Paróquia disponibilizou um serviço de locomoção gratuita, com acompanhante.
___ DISK  0800- 0013 e chame o UBER Paroquial.




                                      ==================

                                          A MINHOCA



                                                  
A turma que se reúne, aos sábados, de manhã, no Restaurante Chedão, Centro Histórico de Laguna, é realmente bem eclética.
Irmãos Chede, comerciantes, Nelson Mattos, professor e ex-vereador, Nazil Bento Junior, delegado e ex-prefeito, Roberto Riguetto, funcionário da Celesc, aposentado.
Valmir Guedes Junior, escritor (autor da foto), Edésio Joaquim, funcionário público aposentado, Chico, agrônomo, Maurício, advogado, e desembargador Júlio Knoll e eu, Munir Soares.
                                 ======
Presenças eventuais: Sérgio Castro, comerciante., Oscar Pinho, médico, Miró, motorista, Leca Barzan, economista e Carlos Augusto Baião da Rosa, bancário e acadêmico de Direito.
                        De toda a turma, somente os irmãos Chede gostam de pescar.
                                     =======
Righetto é, sempre, o primeiro a  chegar, cadeira cativa. Sua caipira é a mais caprichada.
Com razão, naquele final de semana, o pessoal estranhou sua ausência, sem aviso prévio.
___ Viajou para a cidade de Corrientes, Argentina. Pescaria no Rio Paraná, disse alguém.
___ PESCARIA?  O Righetto não sabe nem onde  colocar a minhoca!
                                         ====
Uma postagem no facebook mostrou o pescador Righetto na lancha, todo refestelado, caniço na mão  e linha na água.
Em Lauro Muller, sua terra natal, ele, no máximo, jogava um covo na sanga para pegar acará.
                                      ====
Ao recolher a linha o nosso pescador deu um grito:
___A MINHOCA CRESCEU, olhem....
                           
  


___ Calma Righeto. Isto é uma enguia-elétrica, cuja descarga de energia é capaz de matar até um cavalo.
Seria irônico, um técnico em eletricidade morrer eletrocutado por um peixe.


                                  =======
Sua experiência profissional o livrou de levar o choque.                                                                                                   Para reforçar o empate do anzol, ele enrolou fita isolante. Força do hábito.
    =======================================
FERA SOLTA
    Após circular pelas ruas do bairro Mar-Grosso, um leão baio foi capturado pela Polícia Ambiental.
Dizem, que o animal estava morando naquele matagal na entrada da cidade.
                           ================
METEOROLOGIA
   Parece que o frio congelou o projeto de construção da nova fábrica de gelo do nosso Porto Pesqueiro.
                                   =====
FRIO.
 Em Laguna, cresce a população de moradores de rua.
Muitos adultos, jovens, esperando comida à porta dos restaurantes e nas residências.
Fato exige uma  ação mais efetiva dos órgãos municipais, principalmente, da Secretaria de Assistência Social e Fundação Irmã Vera.
                                 ======
Quem são essas pessoas?  Elas têm Carteira Profissional?
Poderão ser chamados a trabalhar na  “ Frente de Trabalho”?
___ Existe em nossa cidade uma Casa de Acolhimento capaz de abrigá-los?
                       ====================





Nenhum comentário:

Postar um comentário

                                                                                                             REPÚBLICA A...