quinta-feira, 28 de setembro de 2017



A LAGOA DE SANTO ANTÔNIO DOS ANJOS E DE OUTRAS COISAS MAIS...

      Aqui, a natureza  vive, perpetuamente, em festa.





             O timoneiro navega tranquilo. Confia no seu “cãopiloto”.
                                  

         

=========================





Este, aí,  vai ser político. Plataforma eleitoral?
___ Sombra e água fresca.







Diante do marido que teima em enfrentar as ondas, numa frágil embarcação, a esposa parece cantar a música de Ivaldo Roque. “ Perfume de Praia”:






O galo que te anuncia / também revela que o dia / te chama pra navegar / mas depois de tanto abraço/ com que braços vais remar / a canoa que te leva / talvez te sirva de cama / na hora de descansar / mas se tens todo meu corpo porque te cansas no mar / pescador do peito quente / trás teus peixes e presentes / bem antes que a tarde caia / das algas quero sementes / de ti perfume de praia / laiá, laiá, lá, laia,laiá….”

                          ============







Ao deixar as docas, na serenidade da lagoa, o homem, após observar o pôr do sol, haverá de se perguntar: 
___ Como será nosso amanhã?



                                     






LONAS AZUIS




Nas canoas, protegidos pelas lonas azuis, os pescadores vendem pescado.
As embarcações substituem as bancas de peixe que existiam naquele local, desde o século XIX.
                              ======
 Antigamente, os pescadores, ao se aproximarem das docas usavam o chifre (berrante) para informar à população a chegada de peixe fresco.
                                 =====
Não havia água potável no local. Os marinheiros traziam água da Fonte de Carioca, em pipas, que rolavam pelas ruas até aos trapiches, onde os barcos estavam ancorados.
                                  =====
Havia um projeto de construção de um chafariz junto ao cais, porém, os deputados por Laguna jamais conseguiram junto a Assembléia Provincial, a verba necessária.
Pelo que se nota, a ineficiência de nossos homens públicos, é coisa bem antiga.
              O   chafariz só foi construído nos primeiros anos da República, depois de 1890.
                                 =======
Por que a Banca de Peixe, que fazia parte do cotidiano das famílias lagunenses desde o final do século XIX foi proibida pelo IPHAN?
                                ===========
        
 Na lagoa, a luta é pelo peixe nosso de cada dia.








                                           ___ Se eu não voar, estou  “frita”!










=============




Na Lagoa  Santo Antônio dos Anjos os condomínios para canoas  são chamados de sarilhos.



                                                                      ========================





A garça saci  parece estar se perguntando:

___ Por que uma terra com natureza tão exuberante, livre de tornados e de enchentes, nunca mais conseguiu eleger políticos à altura de sua grandeza histórica e paisagística?

                   Com o nosso atual prefeito, não é diferente. Após nove meses de gestação, o governo não produziu nada. Nenhum plano de governo foi colocado em prática. Nenhuma obra de vulto, só remendos e alinhavos nas vias públicas.

          Temos três pontes para entrar e sair da cidade, mas nossos atuais governantes continuam na mesma encruzilhada do antecessor, sem saber que rumo tomar.






                                    


Everaldo era um falastrão. Discursos enfadonhos e repetitivos.
Mauro, ao contrário, adota o estilo coruja, ouve, mas não escuta.
            Há tempo, ainda, para uma mudança de curso?                                                                                              __ Sem dúvida nenhuma, basta trocar algumas peças,  assumir, de fato, o comando do município ou comprar um GPS.
                                       ======







Do meio da lagoa, diante do casario histórico, até as gaivotas torcem por isso.
                                   
                                                                                                    A ESQUINA
   Cidade antiga, com quadras pequenas, são muitas as esquinas. Com uma fofoquinha aqui, outra acolá, vamos tecendo nossa colcha de notícias.
__ Um engenheiro civil, que já trabalhou na Casan, garantiu-me, que a Estação de Tratamento de Esgoto, construída na localidade de Vila Vitória, NÃO VAI FUNCIONAR. Obra da Confer.

__ Técnicos teriam garantido que não encontraram nenhum problema com o Emissário Submarino da Praia do Mar-Grosso, aliás, não  teriam nem localizado o tal Emissário.
Sumiu há muito tempo. Tomou Doril!
Para onde estão indo os cocôliformes fecais?
                                    =======
__ Cabeamento subterrâneo do Centro Histórico. Obra executada. Os postes eram para ser retirados em outubro do ano passado. Vai fazer aniversário.
Prefeitura contratou empresa destinada a dar parecer sobre o trabalho já executado.
Qual foi o veredicto?
                                    =======
MERCADO PÚBLICO – Continua a enrolação. Falam que 46% da obra estão concluídas.
O deck  (trapiche) a ser construído nos fundos do prédio pode muito bem ser deixado para mais tarde.
   Sem o deck, quanto por cento da obra está faltando?
                                    ======

NOTAS E NOTAS


BANDA CARLOS GOMES



  Políticos prometeram uma doação de 100 mil reais para cada uma das nossas bandas centenárias.
Até agora, parece, que não viram a cor do dinheiro.
                                    =====
___E, se eles prometeram tão somente “notas musicais”?
___ Melhor ainda, pois a Banda pode receber “dobrado”...  
                            ========

MORRO DA NALHA
     E, sobre o convênio com o Ministério do Turismo para ASFALTAMENTO DE TRECHO  da Av. Júlia Nascimento  (Nalha) que resultou numa tremenda gambiarra.
Quem poderá dar explicações?
                              ======
Outrora a gente pedia  socorro aos vereadores, atualmente, temos que recorrer ao SUPER-Elvis Palma, o repórter do povo nas redes sociais.                                                                             Tudo é uma questão de credibilidade.         









=====================================

NOTA DE FALECIMENTO
Qualquer um pode tirar a vida de outrem, porém, ninguém lhes tira a morte.
   É sempre difícil a missão de levar aos familiares a notícia do falecimento de um parente próximo.
    No caso em questão, informar ao filho a morte da mãe.
                                      =========
Na repartição pública, o chefe do setor reúne os funcionários.
__ Faleceu a progenitora do nosso colega, atualmente, em gozo de férias.
Preciso de um voluntário para levar-lhe  a notícia do infausto acontecimento.
Ao final da reunião, tudo resolvido: o próprio chefe iria até à casa do amigo. Mesmo sendo gago daria conta do recado.
                               =======
Nervoso e gago não conseguiu passar o recado.
___ Chefe, fale cantando que a gagueira passa.

Após pigarrear para limpar a garganta, o chefe repassou a nota de falecimento, com toda a sonoridade possível:

__ Ô lelê, ô lalá,
      Tua mãe morreu hoje, e amanhã vai-se enterrar!

               Coisas da Laguna.
==========================================


































Nenhum comentário:

Postar um comentário

                                                                                                                                           ...