domingo, 15 de outubro de 2017

                                               

                                                     LAGOA DE LUTO





Após a morte do quinto boto alguém colocou luto no monumento ao boto pescador, aliás, o dito cujo poderá ser a próxima vítima, pois o cano que o sustenta está, totalmente, enferrujado.
Uma rede, criminosamente esticada no meio do rio foi a causa mortis.
                                 ======
Certa ocasião,  adormeci, e sonhei que estava, de pé, no cais, diante da Lagoa Santo Antônio dos Anjos. Era o  mês de abril, temperatura amena. A superfície da água , serena, refletia o azul do céu. Garças, gaivotas e biguás completavam o quadro poético.                                                                              Foi aí, que eu ousei “conversar” com os peixes e demais habitantes do nosso sistema lagunar.
    O BOTO foi o primeiro a chegar, trazendo vários representantes de nossa fauna aquática.
Não pode ficar para o bate-papo, pois tinha um compromisso social com os pescadores  do Pontal da Barra.
Era época de tainhas.

                              =====



Um LINGUADO, roliço, com mais de 15 quilos pediu a palavra e, linguarudo como sempre, soltou o verbo:

___ Moro nesta lagoa há muito tempo. Tive oportunidade de presenciar a visita de governadores, ministros, deputados, prefeitos, sempre acompanhados por um séquito de puxa-sacos.
Alguns  políticos bem intencionados, outros, a maioria, apenas populistas e demagogos.
Infelizmente, obras prioritárias que poderiam dar melhores condições de vida à lagoa, nunca  saíram do papel, concluiu o Linguado linguarudo.
                                  =======
Uma GAROUPA, peixe sábio, dona de uma toca ao lado da escadinha, foi logo dizendo:


___ O povo, conhecido como ARRAIA miúda,  é sempre atraído pelo “engodo,” e acaba caindo na rede.

Acredita no político cabeça de BAGRE e acaba entregando o ouro para o MEXILHÃO que só pensa em “ ROBA-LO”.
                                 ====


O CAMARÃO, em nome da classe, fez um relato sobre a importância da sua família na vida econômica e social da Laguna.

Terminou  sua exposição, indagando:
___ O que ganhamos com isto?
___ Uma lagoa poluída, assoreada, abandonada pelo Poder Público e entregue aos desmandos da pesca predatória.
                                     ======
Discurso foi veementemente aplaudido pelo POLVO, com todos os seus tentáculos.


                         ============


O PEIXE-REI falou em renunciar ao mandato, pois se acha  muito coroa para liderar novas lutas. Sugeriu que o PEIXE-ESPADA   ocupasse seu cargo.
O SIRI, de garras afiadas, apoiou a mudança.
                                    ===
A CARDOSA, disfarçada de SARDINHA, preferiu ficar no molho, sem sair da lata.
__ Uma OVA para os maus políticos, berrou a TAÍNHA.
___ Que eles botem a VIOLA no saco e pesquem votos em outra freguesia.
                            ======
PEIXES, CRUSTÁCEOS e simpatizantes que  nadavam em passeata, berraram em coro:
___ Políticos aventureiros são como “papa-iscas” e merecem  levar MANJUBA NO CARAPICU..

LULA, que tem como símbolo a ESTRELA DO MAR, anda meio arisco, desconfiado.

                         ============
O professor CAVALO MARINHO encerrou a conversa, sentenciando:
___ Para salvar as lagoas o povo precisa abandonar a postura de OSTRAS E MARISCOS, que não abrem o bico, mas ficam sempre agarrados ao rochedo do PODER.
                         =========
Apesar de assustado, confesso que acordei com vontade de comer peixe frito.  Até quando?????

TRANSTORNO À VISTA!
  Prefeito Mauro Candemil anuncia sua primeira grande obra, com recursos próprios:
___Recapeamento asfáltico da estrada do IRÓ no valor de R$ 374.892,86. Prazo para o término da obra: 90 dias.
A estrada do IRÓ, com cerca de 900 metros de extensão, estreita, sinuosa, sem acostamento e sem pista para pedestres, recebe todo o trânsito da Avenida Marronzinho em direção à Praia do Mar-Grosso.
                                    =====
Com a obra, a  estrada do  Iró  ficará interditada até 15 de janeiro, aproximadamente. Em pleno verão, e com os seguintes eventos já programados.
- UNIVERSIPRAIAS, REVÈILLON E MOTO LAGUNA.
=========================================
                         
            QUE TIPO DE BURRO SOMOS NÓS?




                        ===============

Quando Zé Bode, um de nossos antigos “tipos populares,” passava, e alguém gritava:
___ Zé, tu és burro!
Ele, imediatamente, respondia:
___ SEMOS!  
                           =======

Os arautos do prefeito Mauro Candemil trombeteavam pelos meios de comunicação:
__ Prefeito Everaldo deixou uma dívida de mais de 35 milhões de reais, incluindo aí, débito com a Av. Marronzinho, atraso com fornecedores, prestação de contas das obras do Mercado Público e Memorial Tordesilhas, etc., e tal.
Além de auditorias no sistema municipal de saúde, secretários afastados por ordem judicial e outras cositas mais.
Uma herança maldita que reflete, negativamente, na atual administração municipal. 
                                                                                                 Pelo menos essa era a cantilena repetida por todos do Paço Municipal.
E, os burros, aqui, acreditando em tudo...
                             ======

Na semana que passou chegou  à Câmara Municipal a prestação de contas dos últimos anos do governo babilônico, com parecer contrário do Tribunal de Contas do Estado.

    Pois bem, com Parecer favorável dos líderes do governo Mauro, vereadores Kleber ( KEK) Lopes e Thiago Duarte, as contas FORAM APROVADAS, sem qualquer restrição.
                                       =====
Era tudo mentira, então? Nada de herança maldita? 

Canonizado pelos  Membros da Comissão de  Finanças e Orçamento ( Kek, Thiago e Rhoomenig), Everaldo lépido e faceiro, deixou a Casa do Povo com auréola de santo.
                                    =====
Só nos resta repetir a pergunta:

___ Que tipo de burros nós somos?

Como cantavam a crianças de antigamente somos
“ o burro tenente que leva carga, mas não sente”.
         ===========================

Nenhum comentário:

Postar um comentário

                                                                                                             REPÚBLICA A...